segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Resenha: A música do silêncio



Atenção amigos, esse livro é uma história anexa à trilogia Matador do Rei, podendo ficar obtusa se você resolver lê-la sem ter acompanhado antes a história de Kvothe.

Foi inevitável pra mim soltar alguns pequeninos spoilers! Mas juro que nada comprometedor

Durante a leitura desse livro fiquei me perguntando se conseguiria fazer uma resenha digna da sua complexa simplicidade, já que esse texto trás para nós, fãs da trilogia dO Matador do Rei, novas perguntas a respeito da nossa querida e enigmática Auri. Ao contrário do que eu imaginava que aconteceria essa história me deixou com muitas perguntas, além de um estranho sentimento de cumplicidade e compreensão por essa criaturinha tão encantadora e melancólica que a Auri nos mostra ser.


O próprio autor nos deixa um pequeno relato sobre a sua resistência em tornar público essa sua divagação sobre a nossa queridinha, ele diz que no início a intenção era fazer um conto tendo a Auri como personagem, mas aconteceu algo que somente os que escrevem irão compreender, a personagem decidiu contar sua história e o conto desandou pra outro caminho. A indecisão do Rothfuss é compreensível, eu na minha jornada de leitora nunca tinha me deparado com um texto desse "gênero", é difícil falar dele e não mencionar algo revelador.


Me sinto à vontade em dizer que acredito que a pequena Auri tem mais de dor dentro de si do que eu imaginava, mas os motivos que fazem com que essa dor esteja ali não são ditos nessas páginas espero que o terceiro livro da trilogia esclareça a origem dessa necessidade de se esconder. Existe um sentimento de obrigação que a mantém nos subterrâneos, e é acompanhado com uma extrema noção de responsabilidade também o que não sei dizer se tem sentido.


O fato é que o que conseguimos com a leitura de A música do silêncio é acompanhar um trecho de seis dias na vida da pequena, seu cotidiano de espera e procura. Espera por alguém que subentendemos ser seu amado (?) Kvothe e a procura frenética e angustiante por algo com que ela possa presenteá-lo. Eu peço que quando vocês lerem esse livro que deixem aqui a impressão de vocês, ficaram com o mesmo sentimento que eu no que diz respeito aos sentimentos de Auri? Eu fico indecisa em dizer se ela alimenta uma paixão ou não pelo protagonista da trilogia.


Mas ficou bem claro pra mim que "dentro dos pequenos frascos ficam as melhores fragrâncias", essa garota é bem dotada de inteligência e posso dizer poderes. A compreensão que ela tem do mundo é única e singela, mesmo com seus tics maníacos rsrsrsrs. Sua obsessão em lavar rosto, mãos e pés me deixou nervosa!!! 


Bem, eu sei que soltei pequenos spoilers me perdoem, mas durante a leitura irão compreender a minha dificuldade. Como já mencionei, esse livro me surpreendeu, fiquei em dúvida no começo da leitura se iria gostar dele, mas tem algo de doce no mundo de Auri, assim como tem a ausência de quase tudo que se espera de uma narrativa comum nesse livro, mas o Rothfuss nos diz que para as pessoas comuns tem muitas leituras comuns no mundo, então já me sinto especial, porque gostei desse! S2


PS: Que capa sensacional é essa?!!!





Raissa Carvalho

7 comentários:

  1. Oii Raissa!! tudo bem flor?!
    Olha, sei que sou suspeita para porque gosto de mais do gênero desses tipos de livros. E claro essa trilogia já esta adicionada a minha lista a um bom tempo, me apaixonei por essa capa e a premissa do livro me instigou bastante. E depois dessa resenha animada não tem como não querer ler o livro agora. só espero gostar tanto quanto você :D

    bjokaaas!!
    Me faça uma visitinha.

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi! Obrigada pela visita! Estou sempre na sua página! Sou sua fã! Bju grande!

      Excluir
  2. Raíssa, resenha 10000...spoilers que nem senti. Eu nunca li algo parecido e já está na minha lista de prioridades. Me identifiquei um Auri, só pela seu resenha. O sentimento, o medo, a visão do mundo... Esse deve ser o tipo de livro que passa uma mensagem, que nos faz refletir... Já quero.
    E sua resenha está ótima, profissional e singela ao mesmo tempo, gostosa de ler. Vc tem o dom da escrita. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Raíssa, resenha 10000...spoilers que nem senti. Eu nunca li algo parecido e já está na minha lista de prioridades. Me identifiquei um Auri, só pela seu resenha. O sentimento, o medo, a visão do mundo... Esse deve ser o tipo de livro que passa uma mensagem, que nos faz refletir... Já quero.
    E sua resenha está ótima, profissional e singela ao mesmo tempo, gostosa de ler. Vc tem o dom da escrita. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aleeeeeee você é suspeita! Kkkkkkkkkkkk
      Obrigada amiga! Bju

      Excluir
  4. Estou visitando o blog pela primeira vez, e fiquei super orgulhosa e feliz pelo incentivo a leitura ... irei divulgar com lovor!!!
    Adriana Pacheco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adriana! Obrigada flor por seu elogio! Volte sempre que quiser! Estamos contando com sua divulgação!

      Bjs!

      Excluir

Copyright © 2015 Boteco da Leitura