terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Resenha: PAUSA


Acabei de Fechar Métrica e já sai correndo em disparada para pegar essa belezura na prateleira, adorei a leitura. Sem nem dar tempo para as lágrimas secarem comecei a ler a continuação da história de Will e Lake. Amigos que não leram Métrica, parem por aqui, sinto muito, muitos Spoilers!

Como foi esperado nos momentos finais de Métrica Júlia, a mãe de Lake, morre devido a seu câncer pulmonar deixando sua família aumentada e terrivelmente abalada com a perda. Todos fizeram o possível para passar os seus últimos meses de vida ao seu lado, curtindo e fazendo valer a pena cada segundo. Will e Caulder ficaram surpresos ao perceber o quanto Júlia se tornou preciosa para eles, uma mãe postiça, muito melhor do que a encomenda! Layken e Kel sabiam que esse momento chegaria, mas a morte nunca é recebida com conformismo e compreensão, perder a mãe é de destroçar a alma de qualquer um, não é mesmo?

Passado isso o casal que já havia se consolidado com o apoio de Júlia finalmente se vê em paz pra curtir sua paixão. Sinto dizer que não foi bem assim não... Uma criatura indesejada aparece e faz com que Layken questione os motivos reais para que Will esteja com ela. Pena? Compaixão? Solidão? Simplesmente porque também já passou por isso?


Ah... o que uma ex-namorada recalcada não faz, não é mesmo?! Will fica completamente desnorteado com as hipóteses que Layken expõe na sua cara. Como pode ela questionar seus sentimentos? O que ele precisa dizer pra ela acreditar nas suas intenções?

Para piorar a situação seus melhores amigos, Gavin e Eddie estão enfrentando uma mudança radical em suas vidas e não estão em condições de mediar o conflito que surge. Além, é claro, do destino que se mostrou bem traiçoeiro com essa família, sim, algo bem difícil está prestes a acontecer, novamente...

Gente, como eu falei na resenha anterior essa autora é uma fofa, nos presenteia com poemas lindos, que nos deixam sensibilizados com o poder das palavras. Porque esses personagens precisam das palavras pra se fazerem entender, pra demonstrar afeto e também pra pedir socorro. Com a segunda parte da história não poderia ser diferente, muitos e muitos poemas.

Nessa parte do romance de Will e Lake nós vamos ver ainda mais os laços de amizade genuína que eles fizeram mesmo involuntariamente, pois as amizades verdadeiras aparecem e se fortalecem nos momentos de dificuldade e dor. Vamos aprender também que muitas vezes falar não adianta, é preciso mostrar, agir, tomar as rédeas da situação!
"Amo você por causa de você.
Por causa de
todas as
mínimas
coisas
que você é. "
Espero que vocês tenham gostado da resenha e se interessem pela leitura desse romance fofo e poético. Existe ainda um terceiro livro, Essa Garota, que é narrativa de Will nos acontecimentos de Métrica, mas gente eu não vou ler, acho repetitivo, mesmo sendo o ponto de vista de outro personagem, quem sabe Alê não se interessa em ler e resenhar pra gente? Ficaria bem bacana, nós poderíamos comparar as idéias! Taí! proposta feita Alê Caldas!


Bju,
Raíssa Carvalho.

Um comentário:

  1. Rai, gostei! Desafio aceito! Adorei sua resenha, adorei a forma como você passou a história, a emoção que me fez sentir. Esses livros eu já quero! Na verdade, necessito deles....
    Desafio aceito!

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 Boteco da Leitura